Dia Mundia de Combate às Drogas

Lei de autoria do vereador Toninho Paiva dispõe sobre a inclusão, no currículo escolar, de disciplina sobre os efeitos de substâncias que causam dependência física e psicológica em seres humanos .

Dia Mundia de Combate às Drogas

Está cada vez mais comum ver pessoas das mais variadas idades e estilos usando drogas, como se fosse algo totalmente benéfico. Mas, não podemos nos esquecer de que muitos usuários de entorpecentes nem sempre sabem as verdadeiras consequências que esse consumo pode trazer.

Todos os dias a mídia nos mostra essa triste realidade, amplamente divulgada e que precisa de medidas efetivas. Uma delas com toda certeza tem nome: prevenção.

Como fazê-la?

Para se fazer prevenção não existe uma política pública eficiente se não agirmos de forma unida, num esforço comum. O que significa que todos os setores púbicos e a sociedade devem se envolver nesta temática, ou seja, pensar de forma coletiva, tendo a consciência de que o problema não é de um, é de todos, pois direta ou indiretamente atinge toda a sociedade.

Melhor prevenir do que remediar

Já dizia aquele ditado popular: É de pequeno que se aprende.

A família tem papel fundamental nessa questão, mas a escola também ocupa lugar importante, afinal, as crianças desde muito cedo entram nos colégios e passam maior parte de seus dias neles.

Pensando exatamente nessa questão, vereador Toninho Paiva é autor de uma Lei que traz para o calendário escolar a disciplina de conscientização sobre as causas e consequências do uso de entorpecentes.

“Este é um assunto muito sério, triste e que merece a nossa total atenção. Famílias diariamente perdem seus entes queridos para as drogas. Se as pessoas enquanto novas souberem o efeito e o impacto que isso poderá causar em sua saúde e em suas vidas, talvez repensem antes de ter contato com as drogas. É uma tentativa que vale a pena ser realizada em prol do ser humano”, conclui Paiva

Fonte: Assessoria de Imprensa
(26/06/2019)
Compartilhe: FaceBook Twitter