Notícias

Publicado em Diário Oficial, Decreto nº 58.680 que atualiza para Túnel São João Paulo II a denominação a que se refere a Lei nº 14.508 de autoria do vereador Toninho Paiva.

Denomina Túnel Papa João Paulo II o logradouro sob o Vale do Anhangabaú, que estabelece a ligação entre as Avenidas Prestes Maia e Nove de Julho, Distritos da Sé e República, Subprefeitura da Sé.

Publicado em Diário Oficial, Decreto nº 58.680 que atualiza para Túnel  São João Paulo II a denominação a que se refere a Lei nº 14.508 de autoria do vereador Toninho Paiva.

A importância das denominações

Denominar logradouros na cidade de SP (espaços públicos como ruas, avenidas, praças, túneis, passeios públicos) é uma das atribuições dos vereadores. Geralmente, esses locais recebem nomes de pessoas falecidas que tiveram alguma importância histórica ou atuação relevante na comunidade, uma homenagem póstuma. 

Ruas e praças com nome ou outro logradouro identificado, facilita a vida dos moradores, domiciliados e visitantes.
Já imaginou para a execução do trabalho de qualquer concessionária de serviço público em sua residência se você mora em um lugar que não tem identificação? E para os casos de emergência?

E a parte do turismo como fica? Como as pessoas irão se localizar, chegar aos lugares se os mesmos não possuem nome, não possuem CEP?
A nossa cidade precisa ter essas identidades, identificações que dão acessibilidade ao turismo, que por meio das denominações também resgata parte de nossa história através de nomes de personalidades e pessoas que muito fizeram por São Paulo.

Quantas pessoas diariamente utilizam os aplicativos de localização, como Waze e Google Maps? Agora, imaginem se os lugares não tivessem nome, como seria?

Vivemos em uma megalópole com mais de 12 milhões de habitantes, e que portanto, terá inúmeras questões à ser resolvidas. Uma delas com toda certeza é essa questão de denominações.

Por que o São João Paulo II?

Foi o Papa e Chefe da Igreja Católica de 16 de outubro de 1978 até a data de sua morte, em 02 de abril de 2005.

Teve o terceiro maior pontificado documentado da história, liderando por 26 anos, 5 meses e 17 dias, depois dos papas São Pedro, cujo pontificado durou cerca de 37 anos, e Pio IX, que liderou por 31 anos.

João Paulo II foi aclamado como um dos líderes mais influentes do século XX. Como parte de sua ênfase especial na vocação universal à santidade, beatificou 1340 pessoas e canonizou 483 santos.

Em 19 de dezembro de 2009, João Paulo II foi proclamado "Venerável" pelo seu sucessor papal, o Papa Bento XVI. Foi proclamado Beato em 1 de maio de 2011, pelo Papa Bento XVI na Praça de São Pedro no Vaticano. Em 27 de abril de 2014, numa cerimônia inédita presidida pelo Papa Francisco, e com a presença do Papa Emérito Bento XVI, foi declarado Santo juntamente com o Papa João XXIII; sua festa litúrgica celebra-se no dia 22 de outubro.

“A cidade de São Paulo precisa de inúmeras ações, em diversas esferas e diferentes segmentos. A questão de denominação é uma delas. Perpetuar o nome de São João Paulo II é mais do que uma homenagem, é um reconhecimento a tudo o que ele fez para a humanidade e que deve sim, ficar para a história, afinal, precisamos de mais pessoas que sigam os ensinamentos de amor e caridade que ele nos deixou”, conclui Paiva.

Fonte: Assessoria de Imprensa
(26/03/2019)
Compartilhe: FaceBook Twitter